Não é mistério que o Windows Phone foi abandonado pela Microsoft, mas a empresa parece pouco empenhada em agradar os usuários que ainda permanecem na plataforma. Segundo relatos, a companhia sugerindo que os usuários do seu sistema baixe um dos seus aplicativos na Google Play Store. E o pior: o problema acontece mesmo com um programa disponível na Windows Store.

De acordo com a publicação do Windows United, o caso envolve o aplicativo de listas Microsoft To-Do. Ao receber o convite de compartilhamento de um colega, o usuário do Windows Phone é convidado a baixar o app antes de fazer login. Ao clicar no link, a pessoa é redirecionada para a loja de aplicativos do Android ao invés da solução nativa do sistema.

publicidade

O caso é ainda mais embaraçoso se considerarmos que o Microsoft To-Do ainda é um dos poucos aplicativos que funciona em celulares com Windows. A principal suspeita sobre a confusão é que o e-mail enviado pela Microsoft tenha um link capaz de identificar a plataforma utilizada pelo usuário. O lado cômico, porém, é que a mensagem aparentemente não pode reconhecer o Windows 10 Mobile.

ReproduçãoEmbora tenha feito algum barulho na época dos smartphones Lumia, o Windows Phone nunca conseguiu o sucesso esperado pela Microsoft. Entre os motivos apontados para a falha estaria a falta de aplicativos para a plataforma e as constantes reformulações feitas pela empresa. De qualquer forma, tudo indica que, apesar dos fãs fiéis, o sistema já é página virada para a companhia.

publicidade

-> Google Play Store: tudo sobre a loja de aplicativos do Android