A Rússia afirmou que sua arma hipersônica – a Avangard – está operacional. O anúncio oficial transforma a força militar russa na primeira a possuir uma nova categoria de arma nuclear; a qual nenhum outro militar é capaz de se defender. 

Publicidade

Estados Unidos e Rússia trabalham em armas hipersônicas já anos. As recentes notícias de quem ambos os países já possuem tal poderio, mesmo antes de saber como se defender contra elas, são um sinal preocupante para o futuro da guerra.

A Avangard é capaz de atingir 27 vezes a velocidade do som (mais de 33.000 km/h) e manobrar rapidamente para desviar de qualquer sistema de defesa antimísseis. A tecnologia será embarcada em mísseis balísticos intercontinentais que a Rússia demonstrou recentemente para inspetores americanos.

Publicidade

Reprodução

publicidade

Em uma reunião com o presidente da Rússia Vladmir Putin e vários líderes militares, Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, anunciou que a Avangard agora está operacional. Em um discurso no ano passado, quando a Avangard ainda estava em fase de testes, Putin disse que “vai para o alvo como um meteorito, como uma bola de fogo”.

Reprodução

Publicidade

Fonte: AP

Publicidade