Chuck Peddle, engenheiro e empresário que criou o impulso inicial para o lançamento da era dos computadores pessoais, morreu aos 82 anos, no dia 15 de dezembro, em sua casa em Santa Cruz, Califórnia. Segundo sua parceira, a causa de morte foi um câncer no pâncreas.

Publicidade

Peddle revolucionou a Era digital ao projetar um microprocessador vendido por US$ 25 (aproximadamente R$100). Em uma época que a tecnologia digital era restrita a poucas empresas e pessoas, ele acreditava que seu chip de baixo custo poderia aumentar o acesso à tecnologia e abrir caminhos para dispositivos pessoais como caixas registradoras e computadores.

No entanto, sua ideia não era bem vista por todos. Em 1974, quando o engenheiro e sua equipe estudavam o revolucionário chip na Motorola Corporation, a empresa pediu para que ele encerrasse o projeto. A empresa argumentava que o produto de Peddle poderia dar início a uma competição interna indesejada contra o processador de US$ 300 (aproximadamente R$ 1225) que ela havia lançado naquele ano.

Publicidade

Diante disso, Peddle migrou para a MOS Technology, uma fabricante de chips rivais, e levou outros sete engenheiros da Motorola com ele. A ideia tomou forma nessa empresa e seu chip barato, o 6502, foi desenvolvido e alimentou a primeira grande onda de computadores pessoais nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, incluindo o Apple II e o Commodore PET, além do Famicom (NES nos EUA), primeiro console da Nintendo.

publicidade

Reprodução

Propaganda de 1975 do Chip 6502. Foto: Alamy

Publicidade

“Chuck Peddle é um dos grandes heróis desconhecidos da era dos computadores pessoais”, afirmou Doug Fairbairn, diretor do Museu de História da Computação em Mountain View, Califórnia. “Praticamente todos os computadores pessoais antigos e bem-sucedidos do mercado de massa foram construídos em torno do 6502, não chips da Intel ou qualquer outra pessoa”, explicou.

Reprodução

Pet Commodore. Foto: SSPL/Getty Images

Publicidade

Charles Ingerham Peddle nasceu em 25 de novembro de 1937, em Bangor, Maine. Além de contribuir para a explosão na era dos computadores pessoais, seu chip também integrou os primeiros videogames domésticos, como o console de jogos Atari. Seu projeto inicial, apesar de distante dos dias de hoje, ainda é significante para os avanços da tecnologia digital e dos dispositivos pessoais.

Via: New York Times

Publicidade