A Pesquisa do Google já exibe previsão meteorológica, definições de palavras, letras de músicas, traduções, informações de saúde e resultados esportivos, sem necessidade de acessar um site específico. Agora, a plataforma quer implementar o rastreamento de encomendas. O serviço permite que entregas (de qualquer operadora) sejam localizadas. 

Publicidade

A gigante de tecnologia explicou que o programa permite que empresas coloquem APIs nas entregas, o que facilita o rastreio. Isso significa que companhias menores estarão disponíveis, também, na Pesquisa do Google, ao lado dos grandes players.

O Google, geralmente, é o primeiro lugar onde o indivíduo procura um site de rastreio oficial de seu pedido. No futuro, quando o usuário digitar palavras-chave específicas na Pesquisa do navegador, ele poderá inserir o número de rastreamento em uma aba dentro dos resultados, e ver o andamento do trajeto do pacote. Confira abaixo um exemplo:

Publicidade

Reprodução

publicidade

As empresas de entrega e correios que desejarem aproveitar a funcionalidade, precisarão usar uma RESTful JSON ou XML API e disponibilizá-la ao Google.

O Google não forneceu datas para o recurso chegar oficialmente no navegador, mas adiantou que a ferramenta será lançada globalmente em breve.

Publicidade