A Boeing adiou o primeiro lançamento da sonda Starline para 19 de dezembro, dois dias após a data inicial, devido a uma falha no foguete Atlas V da sonda. O teste, que irá até a Estação Espacial Internacional, foi atrasado para que os engenheiros pudessem resolver um problema com o suprimento de ar do foguete construído pela United Launch Alliance.

Publicidade

“Tanto o foguete quanto a espaçonave estão saudáveis e estão passando pelo processo padrão de pré-lançamento”, escreveu um representante da Boeing no Twitter. A sonda foi projetada pera levar astronautas para a Estação Espacial Internacional. A Starliner vai levar pelo menos quatro astronautas em uma missão de longa duração e os levará de volta à Terra, usando paraquedas e airbags para pousar no deserto de Mojave, na Califórnia.

Segundo oficiais da Nasa, o voo de teste vai fornecer dados valiosos sobre o desempenho do foguete, da Starline e dos sistemas terrestres, das operações em órbita, ancoragem e aterrissagem. No início de novembro, a Boeing lançou com sucesso um teste para verificar o sistema de fuga da Starline, projetado para liberar a sonda do foguete em uma emergência.

Publicidade

A Boeing é uma das duas empresas americanas com contratos da Nasa para levar astronautas americanos ao espaço em naves particulares. A outra empresa é a SpaceX. A agência espacial americana espera que as empresas comecem a voar no espaço ainda em 2020. Esse é um ponto importante para que a Nasa pare de depender da espaçonave russa Soyuz para levar sua tripulação.

publicidade

Via: Space

Publicidade