Elon Musk se desculpou com seus funcionários após fumar maconha durante uma entrevista para o programa de Joe Rogan, afirmando que suas empresas “mantém um local de trabalho livre de drogas”.

Publicidade

Porém, de acordo com uma série de relatórios policiais, obtidos pelo grupo de transparência do governo PlainSite, a fábrica da empresa, a “Gigafactory” em Nevada, operada pela Tesla, está longe de ser livre de drogas. Os relatórios da polícia descrevem um ambiente em que os trabalhadores deixam drogas repetidamente expostas para quem quiser ver.

Um relatório específico, intitulado “Possível Heroína”, descreve um “quadrado marrom” encontrado no chão de um banheiro da fábrica. Outro deles fala de uma “pequena bolsa”, cheia de pó branco, encontrada próxima a uma estação de trabalho – testes posteriores determinaram que se tratava de cocaína.

Publicidade

Por fim, houve um incidente envolvendo uma bolsa contendo metanfetamina e um cachimbo. Os itens também foram encontrados no banheiro da fábrica. 

publicidade

Assim como qualquer outra empresa com um quadro de funcionários bastante extenso, a Tesla emprega dezenas de milhares de trabalhadores, por esse motivo, é estatisticamente possível que alguns deles possuam problemas com esse tipo de situação.

Ainda assim, essa não é a primeira vez que a empresa se envolve com drogas. Um funcionário da Tesla declarou que, no ano passado, a companhia abafou uma investigação sobre o consumo de drogas dentro das instalações da mesma fábrica.

Publicidade

Via: Futurism