Desde o começo do ano, a Apple trabalha na construção de um datacenter em Mesa, no Arizona. O local, que deve custar US$ 2 bilhões, será responsável pelo armazenamento de backups do iCloud e de arquivos do iTunes, além de supervisionar outros centros de dados remotos e co-localizados da Apple. Para compensar toda a energia utilizada para alimentar o local, a empresa anunciou que vai usar energia solar para “neutralizar” os efeitos ao meio ambiente. 

O local, conhecido como Central Solar Bonnybrooke, tem 1,21 km² e fica em Florence, Arizona. A usina tem capacidade de 50 megawatts e vai gerar 151 milhões de quilowatts-hora, o suficiente para alimentar 12,5 mil casas. A energia será comprada pela Apple em lotes por um valor ainda não revelado – estima-se de que ele seja algo em torno de 5,3 centavos de dólar por quilowatt-hora.

publicidade

O contrato deve durar cerca de 20 anos, o que significa cerca de US$ 160 milhões, caso o valor de venda seja o citado.

Via TheNextWeb