Em seu 500º aniversário, a Cidade do Panamá acaba de se tornar a mais inteligente da América Central. Isso porque o complexo histórico de Panamá Viejo acaba de ganhar uma plataforma de iluminação conectada que usa internet das coisas (IoT) e sistemas de iluminação solar. 

Publicidade

O projeto permite a interconectividade de todo o sistema de iluminação da cidade e a criação de oportunidades de interação. Além disso, o uso de luminárias solares protege a integridade do sítio arqueológico, uma vez que não requer fiação.

Panamá Viejo é considerado Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e é o mais antigo assentamento europeu na costa do Pacífico. Inicialmente, o projeto incluirá três monumentos: o Centro de Visitantes, a Plaza Mayor e o Convento de Concepción. Quando finalizado, permitirá que a cidade seja conectada por meio da iluminação.

Publicidade

Moradores e turistas terão, então, a oportunidade de aproveitar a nova iluminação de forma intuitiva. Com o aplicativo Panamá Viejo (para Android e iOS), poderão interagir com a iluminação dos monumentos: será possível alterar as cores ou iniciar um show de luzes com opções pré-programadas, por exemplo.