De acordo com os mais recentes rumores, baterias para o Samsung Galaxy S11 podem estar sendo produzidas por ninguém menos que a LG, mais precisamente a divisão LG Chem, que é a maior produtora de baterias de lítio-íon no mundo.

Publicidade

Embora possa parecer contraditória, a parceria entre as rivais não é nada incomum. Tanto a LG quanto a Samsung são imensos conglomerados (Chaebol, em coreano), e cada divisão opera de forma independente, com sua própria carteira de clientes e fornecedores.

De fato, a LG Chem é uma das fornecedoras de baterias para o Samsung Galaxy Note 10, e divisões da Samsung fornecem processadores para a Motorola ou telas e sensores de câmera para a Xiaomi, ambas concorrentes no setor de smartphones. E não podemos nos esquecer de que até pouco tempo a Samsung tinha exclusividade na produção e fornecimento de processadores para os iPhones e iPads da Apple, sua principal rival.

Publicidade

Segundo o site Phone Arena, os smartphones da família S11 virão com baterias de maior capacidade em todos os modelos. O S11e teria 3.730 mAh (20% a mais que o modelo anterior), o S11 teria de 4.300 a 4.500 mAh (de 26 a 32% maior) e o S11+ teria capacidade de 5.000 mAh (21% a mais).

publicidade

O motivo para o aumento na capacidade seria a adoção de telas de 120 Hz e o suporte a 5G, ambas tecnologias que aumentam significativamente o consumo de energia. Com isso, baterias maiores seriam necessárias para manter ao menos a mesma autonomia da geração anterior.

Fonte: Phone Arena

Publicidade