Nesta quarta-feira (18), a empresa de tecnologia IBM anunciou o desenvolvimento de uma nova tecnologia de bateria, baseada em materiais extraídos da água do mar e que não necessita de cobalto. A produção do minério, concentrada na República Democrática do Congo (DRC), levanta questões éticas devido ao uso de trabalho infantil pelas empresas de mineração, bem como pelo desrespeito à segurança dos trabalhadores.

Publicidade

A tecnologia “supera as baterias de lítio-íon” em custo, tempo de carga e eficiência energética, diz a empresa, que estabeleceu uma parceria com o setor de pesquisa da Mercedes-Benz, com a fornecedora de eletrólitos Central Glass e a fabricante de baterias Sidus para o desenvolvimento comercial.

Segundo Jeff Welser, vice-presidente da IBM Research, o objetivo é “ter um protótipo funcional da bateria em cerca de um ano”. Entretanto, não há garantias de que a tecnologia seja comercializada.

Publicidade

Fonte: Reuters