A Sony abandonou o mercado de videogames portáteis em março deste ano, quando encerrou a produção tanto do console PlayStation Vita quanto de cartões com jogos. Mas agora a empresa confirmou o que muitos suspeitavam: não há intenção de voltar a este segmento.

Publicidade

A declaração foi feita por Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, à revista Game Informer em um artigo sobre os 25 anos do PlayStation. “O PlayStation Vita foi brilhante de várias formas”, disse o executivo. “A experiência com os jogos era ótima, mas claramente este é um negócio do qual não participamos mais”.

-> Quais motivos explicam o fracasso do PS Vita?

Publicidade

O Vita teve uma vida longa até mesmo quando comparado a consoles de mesa: foram 8 anos desde seu lançamento no Japão em 2011. Atualmente o segmento de portáteis dedicados é dominado pela Nintendo com o Switch, Switch Lite e, em menor grau, 3DS.

publicidade

Entretanto, em números absolutos os smartphones lideram: segundo dados do TechJury publicados em março deste ano 43% de todo o uso de smartphones é relacionado a jogos, e havia 2,2 bilhões de jogadores “mobile” no mundo. Grandes sucessos, como Call of Duty Mobile e Mario Kart: World Tour são capazes de arrecadar milhões de dólares, e de usuários, poucos dias após o lançamento. 

Fonte: MS Power User

Publicidade