Na última quarta-feira (4), surgiram notícias nas redes sociais sobre usuários de WhatsApp da Caxemira que saíram de diversos grupos misteriosamente. Isso surpreendeu amigos e parentes de fora da região, já que a Índia desligou a internet do território há quatro meses. Alguns pensaram que era uma nova repressão, mas as contas estão sendo removidas automaticamente pela política de inatividade do Facebook, considerando a retirada de banda larga do local e a falta de oportunidade de acesso.

Publicidade

“Para manter a segurança e limitar a retenção de dados, as contas do WhatsApp geralmente expiram após 120 dias de inatividade”, relatou um porta-voz do Facebook. “Quando isso acontece, essas contas saem automaticamente de seus grupos. As pessoas vão precisar ser adicionadas novamente aos grupos após recuperar o acesso à internet e entrar no WhatsApp novamente”.

O aplicativo é muito importante para a comunicação na Índia. O país é o maior mercado do app, com 340 milhões de usuários. Segundo estimativas do The Times of India, cerca de 1% desses indivíduos vivem na Caxemira, o que sugere milhões de pessoas afetadas pela política de desativação.

Publicidade

Alguns usuários afetados pela desativação podem perder permanentemente os dados da conta se não fizerem backup por meio do aplicativo. O WhatsApp avisa que, depois que as contas são desativadas, os usuários têm 30 dias para acessá-las antes de serem “completamente excluídas”.

publicidade

Via: The Verge

Publicidade