Pesquisadores da Universidade de Rhode Island, nos Estados Unidos, estão estudando maneiras de agilizar o processo de check-in nos aeroportos. Um deles foi batizado de Innovation Checkpoint, programa realizado em parceria com o Departamento de Segurança Interno americano para desenvolver um dispositivo sensorial do tamanho de um smartphone, chamado “nariz de cachorro digital”.

Publicidade

A utilização nos aeroportos será aliada a um drone, e estima-se que o dispositivo será capaz de detectar explosivos melhor do que um cachorro farejador. Por enquanto, o sensor ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento e não se encontra em operação. A parte final do projeto de inovações envolve a digitalização de malas, na qual uma máquina fará o escaneamento das bagagens e construirá uma imagem em 3D, de forma com que os usuários não precisem mais abrir seus pertences.

No momento, a tecnologia é testada no aeroporto de Las Vegas. Os desenvolvedores afirmam que o principal objetivo do projeto é tornar o processo de checagem mais transparente para os viajantes, mas sem eliminar os convencionais procedimentos de segurança.

Publicidade