A Pringles, famosa por suas batatas chips, desenvolveu um headset gamer para alimentar o usuário enquanto ele joga. A empresa utilizou um headset da Razer e acoplou nele componentes feitos em uma impressora 3D. O resultado é no mínimo curioso.

Publicidade

Para que a ideia funcionasse, a Pringles incluiu no headset um braço motorizado, uma colher, um tubo para colocar as batatas e alguns botões controladores. Além disso, o “protótipo beta”, como chamado pela empresa, conta também com um controle remoto.

O objetivo é fazer com que a colher montada no braço robótico pegue a batata e leve até a boca do jogador. No entanto, como pode ser visto no vídeo abaixo, esse protótipo tem alguns (grandes) defeitos de funcionalidade, principalmente no que se refere ao seu tamanho e facilidade de uso.

Publicidade

publicidade

O fone de ouvido realmente funciona para jogos, e o braço mecânico leva algumas chips por vez. Contudo, os pontos negativos são muitos. O maior problema, talvez, seja a necessidade de apertar botões. Com a ideia de usar enquanto se joga, o fato de precisar acionar um controle remoto acaba atrapalhando mais do que ajudando, tornando a tarefa de comer no meio de uma partida algo realmente complicado. Dependendo da circunferência do rosto da pessoa que usa o headset, o braço do dispositivo não entrega a batata exatamente na boca, justamente por não ter altura ajustável. 

Apesar do resultado ser divertido, a própria empresa disse que esse não é um produto real. Ele é muito mais alto do que um fone comum, principalmente por conta do tubo de batatas, e não tão eficiente quanto deveria. O tubo tem o formato ideal para as Pringles, então outras marcas de batatas chips não se encaixam ali. Além disso, quando o cano esvazia, ele deve ser preenchido manualmente.

Publicidade

O produto se torna um tanto desnecessário, considerando todos os pontos citados até aqui. Mesmo que a ideia seja útil para aqueles que não querem perder nem um minuto de gameplay de seu jogo preferido, o desenvolvimento desse headset ainda precisa de muitas melhorias antes de poder ser cogitado como algo real.

Via: Engadget

Publicidade