A Polícia Nacional da Espanha realizou uma operação para desmontar um provedor de IPTV que, segundo as autoridades, já havia gerado lucro de 1 milhão de Euros aos seus proprietários.

Publicidade

Na operação foram presas 12 pessoas, das quais 4 eram responsáveis pela captura do conteúdo, por atrair clientes e cobrar pelo acesso, e 8 eram vendedores do serviço. As prisões foram feitas em Madri, Toledo, Alicante, Murcia, Gran Canaria e Tenerife, entre outros locais. Um vídeo feito pela polícia espanhola mostra alguns momentos da operação:

Publicidade

Os policiais também desativaram sete sites e duas contas de mídia social onde o conteúdo era anunciado ou distribuído, além de 86 decodificadores, 15 discos rígidos, 10 computadores, sistemas NAS, 17 smartphones, um carro “de luxo” e mais de 22 mil Euros em dinheiro.

publicidade

Fonte: TorrentFreak

Publicidade