A Microsoft parece apostar na tendência de divulgar seus programas com a mesma qualidade e atratividade que seria utilizada no lançamento de um dispositivo. O movimento começou no início do ano, quando a gigante da tecnologia lançou vídeos atrativos e bem produzidos para o SharePoint e Windows Terminal. Semana passada, durante a Microsoft Ignite, a empresa seguiu a mesma linha e ao anunciar as novidades nos programas Yammer, Tasks e Fluid Framework transformou “softwares chatos” em produtos desejáveis.

Publicidade

O Yammer é usado pelas empresas como um serviço de rede social privada, que está tendo seu design integrado com outros programas corporativos como o SharePoint e o Outlook. Para comemorar a nova interface, o vídeo da Microsoft contém papéis coloridos, pequenos botões que representam avatares e foco nas opções de modo escuro, distanciando sua imagem de uma rede social corporativa.

Publicidade

publicidade

O vídeo que introduz o programa de tarefas da Microsoft segue a linha do Yammer. Ele começa com um botão que se expande em um toque de cor, mostrando as tarefas do usuário, apresentadas em uma tela do Surface Studio.

Publicidade

Enquanto os dois primeiros vídeos apresentam novos designs de softwares familiares, no último vídeo lançado na conferência Ignite é apresentado o novo programa Fluid Framework. O objetivo do aplicativo é potencializar o futuro das experiências colaborativas do Office na Web “quebrando as barreiras entre pessoas, lugares e aplicações”.

Em uma entrevista ao The Verge, a empresa explicou que o programa “pega o conceito do que costumava ser um documento e o explode, substituindo por um grande endereço armazenado na nuvem”, afirmou Jared Spataro, chefe do Microsoft 365. “Ele permite que você, neste endereço da nuvem, coloque componentes de conteúdo diferentes, de tudo: palavras escritas, tabelas, visualizações em gráficos, todos juntos em um só lugar”, concluiu.

Os vídeos foram produzidos pela agência de design Tendril e aparentam ser uma nova tendência para a Microsoft.

Publicidade

 

Via: The Verge