A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adiou novamente a abertura de consulta pública do edital para concessão do 5G no país. O leilão, que será realizado em três fases, prevê que o primeiro espectro a entrar em disputa seja a faixa de 700MHz, com lotes que seguem a lógica das 14 regiões.

Publicidade

Em seguida, o leilão passa para lotes regionais de 3,5GHz, reservado para os pequenos prestadores. Por fim, entrarão em disputa lotes com faixas de 2,3GHz, 3,5GHz e 26GHz. A escolha seria baseada em um sistema de rodadas múltiplas.

O leilão do espectro para fornecimento de conexão móvel de quinta geração está previsto para ocorrer no segundo semestre de 2020. O governo espera que o 5G chegue para substituir a atual rede 4G nas principais capitais do país no inicio de 2021.

Publicidade