A Samsung registrou junto ao governo do Texas a documentação necessária para demitir e remanejar a equipe responsável pelo projeto das CPUs usadas em seus processadores Exynos. De acordo com o site Android Central, 290 profissionais serão demitidos e receberam “aviso prévio e rescisões adequadas”.

Publicidade

A empresa tem centros de pesquisa e desenvolvimento em Austin, no Texas, e em San Jose, na Califórnia. Elas são responsáveis pelo projeto dos núcleos customizados utilizados nos processadores da família Exynos desde o Galaxy S original, bem como pela implementação de designs de clientes como a Apple, para a qual a Samsung produz processadores usados nos iPhones e iPad.

Os processadores Exynos são usados em aparelhos da própria Samsung, como os Galaxy S e Galaxy Note, e também em produtos de concorrentes como o Motorola One Vision. Durante muito tempo a Samsung desenvolveu duas versões de todos os seus carros-chefe: uma com processadores Qualcomm Snapdragon, usados nos EUA, e outra com processadores Exynos, usados no resto do mundo.

Publicidade

Embora a diferença de desempenho entre os modelos em uso típico seja imperceptível, os processadores Snapdragon geralmente se saem melhor em benchmarks, o que não é bom para o marketing da Samsung.

publicidade

A demissão da equipe de desenvolvimento pode significar um movimento em direção aos chips topo de linha da Qualcomm nos carros-chefe, e a chips baseados em núcleos padrão licenciados da ARM nos produtos intermediários e de entrada, como já fazem empreas como a Huawei ou MediaTek.

Fonte: Android Authority

Publicidade