A Apple anunciou que está lançando um esquema de investimento para enfrentar a crise imobiliária da Califórnia. A empresa pretende aplicar US$ 2,5 bilhões (aproximadamente R$ 10 bilhões) para ajudar com a questão dos preços de casas que dispararam no estado.

Publicidade

O compromisso da Apple inclui US$ 1 bilhão em investimentos imobiliários acessíveis, US$ 1 bilhão em assistência hipotecária para compradores e US$ 300 milhões em terrenos de propriedade da Apple para a construção de projetos habitacionais acessíveis.

Especificamente, o fundo habitacional acessível de US$ 1 bilhão fornecerá uma “linha de crédito aberta” para que o estado da Califórnia possa construir moradias para famílias de baixa renda e com renda moderada. O bilhão alocado para a assistência hipotecária ajudará os compradores a conseguir maiores financiamentos e garantir assistências de pré-pagamento. A Apple também está procurando maneiras de ajudar especificamente pessoas que trabalham em serviços de emergência essenciais, escolas e veteranos de guerra.

Publicidade

A iniciativa da empresa está sendo realizada em parceria com o governador da Califórnia Gavin Newsom. A companhia ainda promete que todo o retorno dos empréstimos será reinvestido nos mesmos projetos por um período de cinco anos.

publicidade

Pessoas de baixa renda

Além dos esforços já citados, a Apple também está investindo US$ 200 milhões em uma nova iniciativa voltada para moradias de baixa renda a populações vulneráveis. US$ 150 milhões desse valor serão destinados a empréstimos e subsídios perdoáveis a longo prazo para aqueles que precisam. Os outros US$ 50 milhões serão doados para a instituição de caridade ‘Destination: Home’, que visa reduzir a falta de moradia no Vale do Silício.

Publicidade