Twitter informou nesta sexta-feira (20) que fechou milhares de contas em todo o mundo por divulgar propagandas pró-governamentais, em lugares como Emirados Árabes Unidos, China, Espanha e Equador.

As remoções de hoje marcam quase um ano de esforços da empresa para identificar e remover contas que estão espalhando informações falsas com o objetivo de mudar o sentimento do público – algo que tem amplo impacto nos processos democráticos.

O primeiro processo de remoção, realizado em outubro do ano passado, eliminou cerca de 4.500 contas que envolviam propaganda política na Rússia e no Irã.

O maior esforço da empresa nesse sentido aconteceu em agosto do ano passado, quando o Twitter cancelou cerca de 200.000 contas na China, destinadas a semear discórdia em Hong Kong, palco de diversas manifestações políticas.

publicidade

 

Via: Techcrunch