Imagine ser capaz de enviar mensagens para um contato distante mesmo se você estiver sem internet (Wi-Fi ou 4G) e sem sinal de telefonia. É este recurso que a Apple estava desenvolvendo para o iPhone, mas decidiu engavetar, segundo o site The Information.

O projeto, chamado OGRS (sigla para “Serviço de Rádio Fora da Grade”), utilizaria o espectro de rádio de 900 MHz para criar um serviço similar a um walkie-talkie. A diferença para o walkie-talkie convencional é que, em vez de voz, o sistema permitiria o envio de mensagens de texto.

Na prática, o que o sistema faria seria criar uma ligação direta e independente entre dois dispositivos distantes, proporcionando a capacidade de comunicação via mensagens de texto mesmo em áreas sem qualquer cobertura de telefonia. A tecnologia poderia ser útil em situações de um trabalho de resgate em uma área remota, por exemplo.

Segundo a publicação, a empresa estava desenvolvendo essa ideia em conjunto com a Intel, que integraria a tecnologia aos chips que seriam integrados a iPhones futuros. No entanto, o projeto perdeu a força por dois motivos: um deles é a saída do principal entusiasta, Rubén Caballero, que deixou a Apple em abril; o outro é o acordo para encerrar as disputas judiciais contra a Qualcomm, o que significaria abandonar os chips da Intel em definitivo.

publicidade

Vale notar que a tecnologia de walkie-talkie mencionada aqui não tem absolutamente nada a ver com o recurso Walkie-Talkie existente hoje no Apple Watch. Enquanto o plano da Apple para o iPhone previa independência de redes de telefonia e conexão de internet, o Walkie-Talkie do smartwatch depende 100% de ambos os usuários estarem online para que a mensagem seja enviada e recebida.