A Microsoft lançou uma nova versão de testes do Windows 10 com uma novidade para os fãs de emojis. Trata-se do suporte aos Kaomojis, rostinhos feitos com caracteres especiais, no painel de figurinhas do sistema. Além disso, a companhia introduziu novos recursos de segurança e mudanças de interface na build 18305.

Publicidade

Populares na cultura oriental, o Kaomojis poderão ser facilmente acessados a partir do atalho “Windows + . (ponto)”. O painel agora contará tanto com rostinhos já pré-preparados pela Microsoft como com caracteres especiais para que o usuário faça os seus próprios. Isso promete poupar bastante, já que atualmente é necessário decorar todas as combinações de teclado para gerar os caracteres.

publicidade

ReproduçãoAlém dos novos atalhos, a Microsoft também adicionou rostinhos com base no feedback dos usuários. Isso inclui opções populares na internet como ¯\_(ツ)_/¯ e á“šá˜Âá—¢. A empresa, contudo, afirma que apenas os rostinhos tradicionais serão pesquisáveis em um primeiro momento.

Publicidade

Outras mudanças da Build 18305

A Build 18305 também introduziu oficialmente o Windows Sandbox. Trata-se de uma espécie de máquina virtual destinada a rodar aplicativos e arquivos não confiáveis em um ambiente separado do sistema operacional. Com isso, diminuem a chance de o usuário ter sua máquina ou sistema comprometido por um malware.

A nova versão do Windows 10 também ganhou mudanças no histórico de detecções do Windows Defender, bem como a capacidade de bloquear ou limitar o número de mudanças em configurações chaves do sistema. A empresa também está investindo na criação de login através de envio de códigos SMS para o smartphone do usuário, sem a necessidade de uso de senha.

Publicidade

Por fim, há algumas mudanças pequenas como uma interface mais simplificada do Menu Iniciar em novos dispositivos, novo visual da área de transferência na nuvem e a inclusão do novo aplicativo do Office para Windows 10. Para baixar a build 18305, é necessário estar inscrito no modo Rápido programa Windows Insider. No entanto, a Microsoft recomenda que os usuários não instalem a atualização em sua máquina principal, dada a presença mais frequente de bugs.

Publicidade