Os novos iPhone XS, XS Max e XR começarão a ser vendidos à meia-noite desta sexta-feira, 2. A operadora Tim confirmou ao Olhar Digital que fará a pré-venda do modelos em seu site. Entretanto, o suporte à função dual-chip ainda é dúvida no país.

Anunciados em setembro, os novos iPhones tiveram seus preços revelados na última terça-feira, 30. O iPhone XR custará a partir de R$ 5.200, o iPhone XS terá preço inicial de R$ 7.300 e o iPhone XS Max começará em R$ 8 mil. Os dispositivos trazem tela com bordas mínimas e sem botão inicial, função Face ID e processador Apple A12.

Embora ainda apareçam sem data de lançamento do site da Apple, a operadora Tim confirmou ao Olhar Digital que iniciará a pré-venda dos telefones em seu site nesta sexta-feira, 2. A notícia confirma os rumores de que os dispositivos poderiam ser reservados a partir desta semana e que começariam a ser comercializados oficialmente no próximo dia 9. Segundo a Tim, todos os três modelos estarão disponíveis na data.

Função dual-chip ainda indisponível

publicidade

Liberada pela Apple nesta semana, a função dual-chip é um dos principais atrativos dos novos iPhones. O Olhar Digital entrou em contato com as principais operadoras do Brasil para saber se haverá suporte à tecnologia no lançamento dos telefones. No entanto, isso ainda é dúvida por conta do suporte à tecnologia e-SIM (chip virtual) presente nos modelos.

Atualmente, somente a Claro oferece algum suporte à tecnologia e-SIM no país. A operadora é a única a oferecer suporte ao modelo 4G do Apple Watch 3, lançado em junho pela Apple no Brasil. No entanto, ainda não se sabe se a exclusividade será mantida nos novos iPhones, impedindo que os consumidores cadastrem telefones secundários de outras empresas.

ReproduçãoEm resposta à reportagem, a Tim disse não ter “nenhuma informação a respeito do funcionamento da tecnologia E-SIM dos novos produtos e como será empregado o uso do Dual SIM nesses modelos”. Entretanto, a operadora garante que terá compatibilidade com essa função em breve, bem como com o modelo 4G do Apple Watch.

Já a Oi informou que já está fazendo estudo sobre a melhor forma de disponibilizar o e-SIM para os seus clientes. No entanto, a operadora não deu nenhum prazo para que isso ocorra. É o mesmo caso da Vivo, que disse já trabalhar para adotar o chip virtual em sua rede, mas não deu previsão para que isso ocorra.

O Olhar Digital entrou em contato com a Claro, mas não recebeu o posicionamento da empresa até a publicação desta reportagem. A equipe também buscou esclarecimentos com a Apple sobre a disponibilidade do dual-chip para os consumidores brasileiros. No entanto, não obtivemos um retorno da fabricante.

O que dizem as operadoras

Tim: “A TIM informa que a pré-venda dos novos modelos de iPhone, da Apple, se iniciarão no site da operadora (www.tim.com.br) a partir da meia-noite (2/11). Estarão disponíveis os modelos iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR. A operadora confirma que irá garantir o funcionamento dos novos iPhones homologados pela Anatel e vendidos pela Apple no Brasil, com o SIMCard 4G TIM. Ainda não temos nenhuma informação a respeito do funcionamento da tecnologia E-SIM dos novos produtos e como será empregado o uso do Dual SIM nesses modelos. Em breve teremos compatibilidade não só com essa solução, mas também com o Apple Watch que já está sendo vendido no Brasil.”

Oi: “A Oi informa que irá comercializar os novos aparelhos iPhone XS e iPhone XS Max em seu portfólio, por identificar que existe interesse dos consumidores com relação a esses produtos. A companhia acrescenta que tem estudos sobre a tecnologia eSim em andamento para avaliar a melhor forma de disponibilizá-la a seus clientes.”

Vivo:  “A Vivo é guiada pela constante inovação e alta qualidade dos seus serviços e já está trabalhando para oferecer a funcionalidade do e-SIM para seus clientes”.

Atualização (21h16): A reportagem foi atualizada para incluir as informações encaminhadas pela operadora Vivo por meio de nota.