O Facebook está no centro de mais uma polêmica envolvendo privacidade. Mas, dessa vez, não são os usuários comuns que foram atingidos – pelo menos, não diretamente. A empresa admitiu que deixou vazar informações sigilosas sobre apps ligados à rede social.

O site Techcrunch descobriu que e-mails com dados de análise de desempenho do Facebook Analytics – uma ferramenta da empresa que apresenta insights estratégicos sobre a performance de um negócio na rede social – foram enviados para os destinatários errados.

Segundo um porta-voz do Facebook, “um erro no sistema de envio de e-mail” fez com que 3% de todos os aplicativos que usam o Facebook Analytics fossem atingidos pelo vazamento. Com isso, usuários dos apps receberam e-mails que deveriam ter sido ser enviados somente às empresas que administram os apps.

Os e-mails traziam dados de audiência e performance dos aplicativos com base nas 2 bilhões de pessoas que estão no Facebook. Esse tipo de informação serve para que empresas criem estratégias de crescimento.

publicidade

Por isso esses dados são enviados somente aos administradores dos apps, e nunca para alguém de fora. O erro do Facebook fez com que usuários dos apps recebessem essas informações. O vazamento poderia, em tese, entregar dados sobre empresas clientes do Facebook para concorrentes.

“Nenhuma informação pessoal sobre pessoas no Facebook foi compartilhada. Lamentamos o erro e atualizamos nosso sistema para evitar que isso aconteça novamente”, disse um porta-voz da empresa em nota. A companhia também disse que vai avisar aos clientes que tiveram dados vazados.

Não se sabe o número exato de apps atingidos. No ano passado, a empresa informou que mais de 1 milhão de desenvolvedores, incluindo apps, bots e sites, usam a sua ferramenta Analytics.