Pense bem antes de investir US$ 350 (R$ 1.108) em uma Commuter Trucker, porque a jaqueta, desenvolvida em parceria pelo Google com a Levi’s, possui algumas limitações que precisam ser levadas em conta.

Publicidade

Uma questão que chama bastante atenção é o fato de que a peça foi desenvolvida para durar apenas dez lavagens — o que é estranho quando se leva em conta que ela tem os ciclistas como público-alvo.

publicidade

A informação consta no documento do Google sobre como cuidar da jaqueta. A empresa diz que é preciso remover a etiqueta contendo antena Bluetooth, bateria e todo o aparato tecnológico da Trucker antes de botá-la na máquina e que não se pode passar a manga esquerda, porque é lá que ficam os sensores que fazem a “magia” acontecer.

Publicidade

Apesar disso, está liberado jogar a peça na secadora, desde que em baixa temperatura (e sem a etiqueta) — “mas secagem ao vento é preferível”, ressalta a empresa. A etiqueta também pode receber cuidados, mas nada de água, basta passar um paninho.

Outra restrição é que está proibido costurar a jaqueta. Porque ela é feita com base na tecnologia Jacquard, que é inserida no próprio tecido, qualquer intervenção pode causar problemas e, por isso, quem puser uma agulha na Trucker ficará sem garantia.

Publicidade