A deep web vive mais dias conturbados. O AlphaBay Market, site oculto que tomou o lugar de principal centro de vendas de produtos ilegais após o fechamento da Silk Road, saiu do ar. Mais do que apenas desaparecer, existe a suspeita de que o encerramento súbito das atividades tenha sido um esquema para roubar milhões de dólares em bitcoins de seus usuários.

Pelo modo como funciona a bitcoin e o anonimato que ela confere aos seus usuários, é difícil rastrear com certeza a origem do dinheiro transferido. As suspeitas existem porque, pouco tempo após o AlphaBay sair do ar, foi verificada uma transação gigantesca em bitcoins, com valores na casa dos US$ 3,7 milhões (mais de R$ 12 milhões). A transferência seria, neste caso, uma forma de os responsáveis pelo site fugirem com o dinheiro.

Para ser mais específico, a carteira identificada com o código 359FSXmTtzgpgphvRf439XdwmiQkWPDcyX recebeu uma transferência de 1.479,03904709 bitcoins nesta quarta-feira; pouco tempo depois, a mesma carteira foi zerada e o dinheiro foi distribuído para outros quatro endereços.

Justamente pelo anonimato, existe também a corrente contrária, que acredita que o fechamento súbito do site e a transferência não estejam necessariamente conectados, com a possibilidade de o endereço suspeito não ter vínculos com a página de vendas.

publicidade

De qualquer forma, a suspeita não é totalmente sem fundamentos. Não seria a primeira vez que um site de comércio ilegal da deep web fecha as portas e leva junto o dinheiro de seus usuários. Há dois anos, um competidor da Silk Road conhecido pelo nome Evolution saiu do ar e seus responsáveis desapareceram com milhões de dólares em bitcoins que pertenciam aos usuários.