O Facebook vai passar a suportar dois serviços concorrentes de seu Instant Articles. A partir de agora, o serviço se integra com o AMP, do Google, e com o Apple News, como informa o Digital Trends.

Na prática, isso significa que os editores poderão criar artigos no formato da rede social e depois desenvolver versões quase idênticas para as outras plataformas.

A ideia é reduzir os custos de distribuição das notícias para os editores e, também, uma tentativa de garantir que o mesmo conteúdo possa ser encontrado em todos os concorrentes, o que tira qualquer vantagem do Google e da Apple e pode contribuir para o sucesso dos Instant Articles.

Reprodução

publicidade

“O SDK já permite aos desenvolvedores integrar facilmente a publicação de Instant Articles em seus sistemas de gerenciamento de conteúdo. Ao oferecer suporte a um gateway para gerar conteúdo em todas as plataformas, também permitimos que os editores apliquem alguns dos modelos de estilo personalizado no AMP e no Apple News criados no editor de estilo do Instant Articles. Por exemplo, os formatos personalizados, como fontes, cores e legendas, que os editores criaram no Style Editor serão reproduzidos de perto nos outros formatos”, explica Piyush Mangalick, do Facebook.

A rede social argumenta que quer oferecer aos editores “o controle sobre a extensão e modificação de suas notícias”.

Os Instant Articles têm sofrido com o fim da parceria de uma série de empresas de mídia, como Forbes e o jornal New York Times. Além disso, outros parceiros reduziram o número de publicações no formato. Com a novidade, o Facebook espera retomar os bons tempos do recurso.