Youtuber mais famoso do mundo, PewDiePie prometeu nas últimas semanas que iria deletar seu canal caso atingisse a marca de 50 milhões de inscritos na plataforma. O motivo seria uma série de medidas tomadas pelo YouTube que estariam “destruindo aos poucos” o canal do sueco. Tudo, no entanto, não passava de uma pegadinha.

Em vídeo publicado nesta sexta-feira, 9, Felix Kjellberg explicou que não esperava que sua ameaça fictícia tomasse proporções gigantescas e nem que fosse noticiada por centenas de sites no mundo inteiro. Algo difícil de acreditar.

Ele até tenta cumprir a promessa feita. Mas, ao invés de apagar o canal principal, que atingiu os 50 milhões de inscritos, ele remove todos os registros de um canal secundário que continha apenas dois vídeos, mas que tinha 1,4 milhão de assinantes.

publicidade

A explicação de PewDiePie de que tudo não passava de uma piada não convence, principalmente pelas críticas que fez à plataforma de vídeos nos últimos meses. As reclamações foram engrossadas por outros produtores de conteúdo do YouTube que não estavam satisfeitos com mudanças realizadas pelo site.

A brincadeira não foi bem aceita por uma base de internautas, que criticou o youtuber nas redes sociais. As principais críticas relatam que PewDiePie teria brincado com o sentimento de seus fãs.