Os trolls, pessoas que insultam, perseguem e humilham outras pessoas gratuitamente, são bastante comuns na internet, mas muitas vezes os problemas que eles causam na wbe saem da tela do computador e afetam a vida das pessoas. Uma família dos Estados Unidos entrou com um processo na justiça contra um jovem que perseguia seu filho e acabou ganhando mais de US$ 1 milhão em indenização. 

Publicidade

O autor da ação é William Moreno, um garoto que fazia parte de um fórum na internet chamado Fairfax Underground. Ele sofre de depressão e uma forma leve de autismo, assim, o fórum era uma maneira de socializar. Suas postagens, no entanto, foram consideradas controversas, o que irritou outros frequentadores do local, incluindo Michael Josef Basl.

publicidade

De acordo com Moreno, Basl afirmou que arrombaria a casa do jovem e acusou a mãe do garoto de abuso infantil. Ele também postou mensagens usando o nome do garoto dizendo que tinha atirado em seus pais e mataria sua mãe.

Publicidade

O caso se agravou e o jovem tentou se matar cortando os próprios pulsos. Basl negou todas as acusações, mas foi condenado a pagar US$ 1,4 milhão em indenização à família.

Leia também: Você sofre “trollagem” na internet? Como lidar com os “trolls”?

Via Ubergizmo

Publicidade