Pesquisadores da Jacobs School of Engineering, nos Estados Unidos, desenvolveram uma tecnologia capaz de fazer com que os dispositivos vestíveis se consertem sozinhos. De acordo com os pesquisadores, a tinta magnética criada por eles é capaz de reparar cortes em menos de 50 milissegundos.

Para criar o material, a equipe utilizou imãs permanentes de neodímio, encontrados em HDs e motores, em partículas microscópicas. Os imãs foram inseridos na tinta junto com pó de carbono, para aumentar a condutividade. Submetida a um campo magnético e com as partículas alinhadas, cada lado da tinta é atraído para o outro, reparando o corte.

Os cientistas explicam que, ao contrário de outros sistemas, a tinta magnética quem longa duração, é rápida e funciona sem qualquer intervenção do usuário. Segundo eles, ela pode ser usada no futuro para baterias, sensores eletroquímicos e circuitos eletrônicos vestíveis.

Veja como funciona:

publicidade

Via Engadget