Enquanto arquidioceses brasileiras recebem de braços abertos jogadores de Pokémon Go, usuários que tentarem caçar os monstrinhos dentro de igrejas russas podem acabar presos. É o que aconteceu com o youtuber Sokolovsky.

O astro do YouTube local pode ser condenado a 5 anos de prisão de acordo com o Artigo 282 do Código Penal da Federação Russa, que proíbe “incitação ao ódio ou à inimizade, assim como à humilhação da dignidade humana”.

Dois meses atrás, Sokolovsky publicou um vídeo em que aparece jogando Pokémon Go na Igreja de Todos os Santos, localizada em Moscou. Enquanto caça os monstrinhos, o youtuber diz que duvida que alguém iria prendê-lo por “andar por uma igreja olhando fixamente para o celular”.

Segundo a agência de notícias Associated Press, a defesa de Sokolovsky já entrou com um recurso para reverter a prisão. Não se sabe quanto tempo pode levar até que o processo chegue ao fim.

publicidade

Via Ubergizmo