No início do mês a Samsung anunciou a chegada do Galaxy Note 7, porém, nos últimos dias, usuários relataram que os aparelhos estão superaquecendo e explodindo. Por conta disso, a empresa optou por suspender as entregas até mais testes de qualidade serem realizados.

Por enquanto, a paralização está acontecendo somente na Coreia do Sul, onde a empresa teve mais de 400 mil pedidos desde 19 de agosto, quando o smartphone começou a ser vendido.

Desde o dia 24 de agosto, houve um total de cinco queixas, tanto na Coreia do Sul, quanto no exterior de clientes reclamando da explosão do dispositivo enquanto estava sendo carregado.

A fabricante sul-coreana não deu detalhes sobre os testes ou se outro mercado também terá o recebimento do aparelho adiado. A previsão é de que o aparelho chegue ao Brasil somente na segunda quinzena de setembro.

publicidade

Via Yonhap News Agency